Um contêiner cheio de Competência

Os custos de manutenção das perfuratrizes despencaram em um dos principais produtores de rocha fosfática da China, que também produz fertilizantes para ajudar a alimentar a crescente população mundial.

Tos os anos, a população do planeta cresce em cerca de 75 milhões de pessoas – mais do que toda a população do Reino Unido. As Nações Unidas afirmam que o mundo produz comida suficiente para alimentar todas as pessoas da Terra, mas quase 800 milhões sofrem de fome crônica. Não há dúvida de que a produção de alimentos é um dos maiores desafios atuais do mundo.

A produção de alimentos em si aumentou significativamente desde a década de 1980, graças, em parte, ao uso de fertilizantes. A rocha fosfática é a matéria-prima utilizada para fabricar a maioria dos fertilizantes comerciais de fosfato no mercado. Ela existe em abundância no subsolo da China.

Espera-se que a demanda mundial de fósforo cresça à medida que o mundo comece a ficar sem o elemento natural. Há uma quantidade finita de fósforo no subsolo. Embora ele possa ser reciclado, não pode ser produzido artificialmente. A China e o Marrocos possuem a maior parte das reservas remanescentes do mundo.
O rápido crescimento do Guizhou Kailin Group Co. Ltd (Kailin) em Guizhou, no sudoeste da China, refletiu o avanço econômico do país. Desde 2000, o Kailin atingiu um crescimento anual médio de 33%. O grande grupo industrial explora rocha fosfática, mas também possui usinas químicas que produzem fertilizante e vários outros produtos industriais.

Kailin é abençoado com recursos naturais ricos em rocha fosfática, que devem durar mais cem anos na atual taxa de produção. Cerca de 80% do rico recurso de fósforo da China com teor de P2O5 acima de 33% está concentrado em torno da área de mineração do Kailin.

À medida que a mineração de fosfato se expande, a pressão sobre a frota de 65 equipamentos de perfuração subterrânea Sandvik aumenta. Em 2016, o Kailin procurou a Sandvik em busca de práticas de manutenção aprimoradas. O contrato de serviço Sandvik 365, desde então, criou uma situação de ganho mútuo com maior produtividade e custos reduzidos.

Sobre o Kailin

O Guizhou Kailin Group Co. Ltd (Kailin) é um grande grupo industrial na província de Guizhou, no sudoeste da China. As minas de rocha fosfática em torno da remota cidade de Jinzhong são importantes empregadoras no município de Kaiyang, com milhares de pessoas trabalhando no subsolo todos os dias. As minas produzem a rocha fosfática de maior teor da China, e suas reservas devem durar cem anos.

“A rocha fosfática aqui em Kaiyang é a melhor do país”, afirma Zhongguo He, gerente geral da Guizhou Kailin Mining Company.

O material é tão bom e a demanda tão grande que a operação em Kailin aumentou bastante nos últimos dez anos. As minas subterrâneas que utilizam o método de lavra sublevel open stoping agora dominam totalmente a cidade de Jinzhong, situada em um vale remoto na China rural. A antiga comunidade agrícola é agora um próspero centro industrial que abriga 50 mil pessoas, das quais aproximadamente 80% trabalham para o grupo Kailin de alguma forma. Embora seja uma das regiões mais pobres da China, a província de Guizhou está investindo pesadamente em infraestrutura. Lá, foram construídas várias das pontes mais altas do mundo para reduzir os tempos de viagem no terreno montanhoso.

“Jinzhong era apenas uma pequena aldeia antes do Kailin ser fundado”, conta Zhongguo He. Embora milhares de pessoas agora vivam e trabalhem em Jinzhong, ela continua sendo uma comunidade bem fechada. Quando Zhongguo está na praça central, várias pessoas com o uniforme laranja do Kailin param para cumprimentá-lo. Enquanto um equipamento Sandvik é conduzido ao longo da rua principal da cidade, a conversa muda para a importância dos fornecedores, não apenas para as minas de fosfato, mas para toda a cadeia de valor.

“Nós extraímos a rocha fosfática usando, em maior parte, equipamentos Sandvik”, diz. “Ela é transportada através de minerodutos para a fábrica de produtos químicos, onde é processada e transformada em fertilizantes que serão enviados para toda a China por trens e para outros países por navios. Toda a operação é de propriedade de várias partes do grupo Kailin, de modo que obter o equipamento certo na mina tem um impacto direto sobre a quantidade de alimentos que os agricultores da nossa nação podem plantar.

<p>A rocha fosfática é necessária para a fabricação de fertilizantes fosfatados.</p>

A rocha fosfática é necessária para a fabricação de fertilizantes fosfatados.

<p>A manutenção pode ser realizada no contêiner adaptado.</p>

A manutenção pode ser realizada no contêiner adaptado.

<p>Kailin tem uma frota de mais de 60 equipamentos de perfuração Sandvik</p>

Kailin tem uma frota de mais de 60 equipamentos de perfuração Sandvik

“O maior desafio que enfrentamos em termos de tecnologia é manter a segurança na mineração subterrânea. Obter o equipamento e a tecnologia adequados e mantê-los operando é crucial. No passado, nós comprávamos apenas o equipamento, mas cada vez mais queremos uma integração da compra de equipamentos com os contratos de serviços e manutenção contínua. Isso melhora a produtividade e também ajuda os nossos fornecedores a entenderem melhor as nossas necessidades, o que só pode nos beneficiar nos próximos anos.”

No total, as quatro minas do Kailin estão sob Jinzhong em um raio de nove quilômetros. Rampas ziguezagueiam a partir do nível de transporte principal abaixo do minério. Nessas rampas, as plataformas são conduzidas para o minério em duas direções. Cada mina possui até quatro plataformas simultâneas em níveis que variam de 100 a 400 metros abaixo da superfície, suportados por parafusos de ancoragem.

A técnica de perfuração e desmonte é necessária por causa da natureza rígida do minério de fosfato e os colaboradores do Kailin dependem de uma frota de mais de 60 equipamentos de perfuração Sandvik para executar os furos para posterior desmonte. As minas operam em dois turnos diários com desmontes de produção. Para manter a alta produtividade, as perfuratrizes Sandvik montadas nos equipamentos de perfuração precisam estar em boas condições de funcionamento.

Shugao He É o gerente adjunto da mina Qingcaichong para a Kailin Mining Company em Guizhou. “Antes de assinar o contrato de serviço com a Sandvik, tínhamos que esperar semanas por peças de reposição, se fossem necessárias”, lembra.

Solução Sandvik

A Sandvik fornece ao Kailin equipamentos de perfuração subterrânea há mais de 30 anos. Atualmente, o Kailin possui 65 equipamentos Sandvik séries DD e DS em suas quatro minas em Guizhou. Um contrato de manutenção Sandvik 365 está vigente desde 2016. O contêiner da Sandvik, com equipamentos de manutenção e uma estação de trabalho, agora fica permanentemente no pátio do Kailin em Jinzhong. Os engenheiros da Sandvik trabalham no local junto com as equipes do cliente.

“Às vezes, precisávamos desmontar perfuratrizes e enviá-las para outros locais para serem vistoriadas. Demorava muito tempo e tinha um grande impacto em nossa produtividade.”

O problema não era apenas nas raras ocasiões em que as perfuratrizes precisavam ser reparadas. Nenhum cronograma de manutenção regular era cumprido, de modo que a eficiência operacional dos equipamentos era menor. A equipe local não tinha as ferramentas ou o conhecimento necessário para manter o funcionamento em níveis ótimos.

Sandvik e Kailin são parceiros há 30 anos. Desde o primeiro telefonema, a Sandvik estava ansiosa para ajudar.

O contrato de serviço Sandvik 365 traz muitos benefícios para as equipes de equipamentos e para a mineração em geral. Os engenheiros da Sandvik estão à disposição para realizar manutenções programadas regulares na frota de perfuratrizes e para fazer reparos rápidos. A base das operações é um novo contêiner Sandvik no pátio do Kailin, no centro de Jinzhong.

Apesar do seu tamanho pequeno, o contêiner adaptado teve um grande impacto nas operações. Com apenas seis metros de comprimento, ele possui uma variedade de ferramentas projetadas especificamente para desmontar as perfuratrizes, um conjunto de ferramentas de teste, uma bancada de trabalho e todos os manuais técnicos e procedimentos documentados necessários. Em menos de 12 meses, as perfuratrizes de 30 equipamentos de perfuração passaram por suas portas.

“O contrato incluiu o contêiner projetado para aumentar nossa capacidade de realizar manutenção e reparos no local”, destaca Ouyang Lin, diretor-adjunto da Kailin Mining Company. “Isso nos ajuda a reduzir a probabilidade de problemas e a corrigir os que ocorrem de forma mais eficiente.
“Antes da manutenção regular, perfurar um único furo podia demorar até 90 segundos. Agora, com as perfuratrizes devidamente vistoriadas, a média é inferior a 60 segundos. O preço que pagamos por esse contrato de serviço é muito pequeno considerando as melhorias de eficiência que estamos vendo.”

Os benefícios não param por aí. Os colaboradores do Kailin também estão aproveitando o uso de ferramentas profissionais e obtendo treinamento sobre como manter e reparar corretamente as perfuratrizes Sandvik.

Jun Chen, gerente de Conta da Sandvik, explica que o método operacional da Sandvik foi adaptado para o cliente. “O fornecimento de peças, métodos operacionais e o serviço pós-venda, tudo foi alinhado às necessidades específicas do Kailin”, ressalta Chen. “A gestão está cada vez mais satisfeita com o serviço Sandvik.”

Além da sua capacidade de produção anual de 7,36 milhões de toneladas de rocha fosfática (deve atingir até 10 milhões de toneladas em 2017), o Kailin também produz mais de 3,5 milhões de toneladas de fertilizantes e mais de meio milhão de toneladas de outros produtos oriundos do fosfato.

Como a única fonte de fósforo pré-qualificado na China, que pode ser usado diretamente como matéria-prima de fertilizante composto de fosfato de alta concentração, o Kailin se tornará cada vez mais importante. A Sandvik desempenha seu papel, reduzindo os custos para que todo o minério de fosfato seja extraído a um custo tão baixo quanto possível.