Próxima geração

A nova geração de caminhões de mineração inteligentes da Sandvik alia-se às soluções de automação e gerenciamento de informações líderes da indústria AutoMine e OptiMine para revolucionar as operações de transporte. O transporte automatizado oferece benefícios tangíveis em segurança, produtividade e rentabilidade.

O caminhão de mineração é uma solução padrão comprovada para a maioria das aplicações de transporte subterrâneo, como as 500 mil horas de operação dos caminhões automatizados da Sandvik mostraram ao longo das décadas. No entanto, o poderoso equipamento não é imune às pressões atuais para inovar e evoluir. As principais tendências incluem a substituição de diesel por fontes de combustível com baixa emissão de carbono e a crescente dependência de sensores para monitorar ativos móveis. A nova geração de caminhões de mineração da Sandvik Mining and Rock Technology substitui operações subterrâneas distribuídas e perigosas por hubs centralizados e veículos autônomos.

A abordagem de produtividade “inteligente” da Sandvik inclui operar menos, mas maiores, caminhões para realizar mais trabalho com uma frota menor, ampliada pela automação. Além disso, a frota menor de caminhões de alta capacidade reduz o congestionamento subterrâneo.

“Nossa capacidade de oferecer a combinação eficiente da produtividade de três passagens das carregadeiras com caminhões com capacidade de 15 a 63 toneladas, o que aumenta a produtividade global, é única em toda a indústria”, destaca Mark Ryan, gerente de Linha de Produtos de Caminhões Subterrâneos na Sandvik. “Os lançamentos mais recentes são o Sandvik TH551i, com capacidade de 51 toneladas para túneis de 5 x 5 metros, e o Sandvik TH663i, com capacidade de 63 toneladas para túneis de 6 x 6 metros.”

Todos os novos recursos e atualizações visam melhorias tangíveis na produtividade, rentabilidade e segurança.

“A automação mais avançada na mineração é a chave para muitas das novas melhorias”, afirma Jarkko Ruokojärvi, gerente de Linha de Produtos de Automação na Sandvik. “O sistema de controle e gerenciamento de veículos dos novos caminhões é integrado com o AutoMine Trucking para tráfego de transporte autônomo e com o OptiMine para coleta de dados e relatórios. Essa automação integrada com o pacote on-board do AutoMine garante uma instalação simples e rápida e início mesmo como ‘retrofit’.”

O OptiMine complementa o AutoMine Trucking com a coleta de dados e relatórios para fornecer visibilidade sobre toda a frota de transporte. Os KPIs de produção, utilização e condição podem ser visualizados e analisados para apoiar decisões de produção e para manutenção preditiva.

Dados técnicos Sandvik TH551i

  • Capacidade de carga: 51.000 kg
  • Caçamba, padrão: 28,0 m3
  • Faixa da caçamba: 24–30 m3
  • Peso operacional total: 41.000 kg
  • Velocidade máx.: 35,8 km/h
  • Motor diesel: Volvo TAD1642VE-B
  • Potência do motor: 515 kW (691 cv)
  • Emissões: Tier 2 (opção Tier 4i, Euro Stage III B)
  • Transmissão: Série Allison 6625
  • Eixos: Série Kessler D106
  • Automação: Pacote AutoMine on-board e unidade de coleta de dados totalmente integrada com o design da máquina

O sistema suporta a transferência convencional de dados via USB, redes Wi-Fi e também a aplicação de suporte de dados para dispositivos portáteis em áreas sem cobertura de rede. Como uma solução modular, o OptiMine pode ser expandido para incluir funcionalidades de localização, agendamento e gerenciamento de tarefas.

O AutoMine Trucking permite aplicações de transporte em um mesmo nível ou em rampas descendentes. Um circuito isolado de transporte de caminhões autônomos pode cobrir várias áreas subterrâneas. No uso em rampa descendente, uma rampa específica é isolada para os caminhões autônomos. Embora o transporte não tripulado durante mudanças de turno e limpeza de detonação seja uma aplicação óbvia, a operação autônoma contínua também é possível ao dedicar uma rampa para o transporte de caminhões. O ciclo de produção automatizado resultante é supervisionado a partir de uma localização remota, potencialmente com múltiplas unidades para cada operador de sistema. A maior taxa de utilização, impulsionada pelo aumento das horas de operação, se traduz diretamente em maior produção.

Mais segurança é fator-chave para aumentar a automação da mineração. Retirar pessoas de áreas potencialmente perigosas reduz riscos. O AutoMine Trucking desloca os operadores de veículos para uma sala de controle ergonômica. Trabalhando em conjunto, eles têm menos fadiga. Nesse contexto, “remoto” pode ser o escritório da mina na superfície ou um espaço de trabalho na cidade mais próxima.

<p>O OptiMine complementa o AutoMine Trucking com a coleta de dados e relatórios para fornecer visibilidade sobre toda a frota de transporte.</p>

O OptiMine complementa o AutoMine Trucking com a coleta de dados e relatórios para fornecer visibilidade sobre toda a frota de transporte.

Os recursos de segurança adicionais incluem uma interface de sistema de detecção de proximidade para conectividade flexível com sistemas de controle de terceiros. Um assento de treinamento ajuda a garantir a segurança dos novos membros da equipe, que aprendem seu trabalho em condições reais. O sistema de macaco interno, o de monitoramento de pneus e o fácil acesso ao nível do solo para tarefas de manutenção melhoram a eficiência e a segurança da equipe de manutenção.

Uma característica importante de produtividade dos novos caminhões é o sistema de pesagem integrado (IWS, em inglês). À medida que as minas se aprofundam e as distâncias aumentam, aferir a carga por suposição não é suficiente. Cada tonelada conta e as viagens devem sempre garantir carga completa. O IWS fornece taxas de precisão consistentes de 93% a 94% em uso operacional desde 2013.

Tech specs – Sandvik TH663i

  • Capacidade de carga: 63.000 kg
  • Caçamba, padrão: 36,0 m3
  • Faixa da caçamba: 24–40 m3
  • Peso operacional total: 45.000 kg
  • Velocidade máx.: 31,3 km/h
  • Motor diesel: Volvo TAD1643VE-B com filtro de partículas de diesel (DPF)
    (opção Cummins QSK 19)
  • Potência do motor: 565 kW (758 cv) (opção 567 kW/760 cv)
  • Emissões: Tier 2 (opção Tier 1, Euro Stage I)
  • Transmissão: Série Allison 6625
  • Eixos: Série Kessler D106, eixos mais largos
  • Automação: Pacote AutoMine on-board e unidade de coleta de dados totalmente integrada com o design da máquina

O Sandvik TH663i tem eixos mais largos, o que aumenta a sua estabilidade em 15%. Isso permite upgrade para uma caçamba nova, maior e mais forte de 40 m3, em vez do tamanho padrão de 36 m3.

Em termos de rentabilidade, os novos caminhões inteligentes oferecem, essencialmente, produção maior sem aumento de custos fixos. O controle multi-máquina e a disciplina operacional aprimorada podem reduzir os custos operacionais em até 50%. Disponibilidade e desempenho melhores implicam em atingir o mesmo volume de produção com menos caminhões.

A adição de quatro a oito horas produtivas por dia, o que seria desperdiçado para a limpeza do desmonte, aumenta a produção em até 30% em relação aos caminhões Sandvik anteriores.

Um teste local, no início de 2017, em uma mina do norte da Europa que opera em condições altamente exigentes, comprovou os benefícios dos novos caminhões de mineração inteligentes com o AutoMine Trucking.

Corpos de minério novos e mais profundos representam um desafio de custo/benefício para a mina. A equipe de uma carregadeira e um caminhão automatizado conseguiu operação contínua também durante a limpeza e um aumento de produção de 10% a 15%, validando a viabilidade do conceito em uma aplicação exigente de transporte em rampa.

Com a próxima geração de automação à vista, os benefícios para a mineração são claros. A produtividade e a segurança dos colaboradores vão melhorar, e é um passo adiante na rentabilidade.

Benefícios

  • Produtividade até 30% maior em comparação com modelos anteriores graças à operação contínua, menor tempo de inatividade, produção consistente e de alta velocidade e grandes possibilidades de rastreamento e relatórios
  • Opex e Capex até 50% menores devido a danos reduzidos, controle multi-máquina, frota menor e vida útil estendida
  • Mais segurança para o operador e a equipe de manutenção graças à eliminação de áreas de trabalho subterrâneas e isoladas e à melhor ergonomia
  • Benefícios consideráveis de sustentabilidade com o potencial de redução da frota de transporte: economia de combustível e consumíveis, menos emissões
  • Confiabilidade testada mesmo em condições ambientais extremas